Arquivo da categoria ‘Instalação’

Olá pessoal,

Nesta semana eu precisei instalar o SQL Server 2016 CTP 3.2 em uma VM para testar uma nova funcionalidade e durante a instalação identifiquei um novo recurso que eu confesso que muito me agradou, que é a possibilidade de configuração da quantidade de arquivos do tempdb e seus respectivos caminhos, tamanhos, crescimento e log. Essa mudança vem desde o CTP 2.4 e estou na torcida para que essa funcionalidade perdure na versão final.

Ao chegar na tela de Database Engine Configuration temos a aba TempDB, como podemos ver na imagem abaixo:

tempdb#01

Acima notamos que para o data file temos por default:

  • 1 arquivo de dados que terá o nome de tempdb.mdf;
  • Tamanho inicial de 8 MB;
  • Autogrowth de 64 MB;
  • Criação do data file no caminho default especificado anteriormente.

Para o log file temos por default:

  • Tamanho inicial de 8 MB;
  • Autogrowth de 64 MB;
  • Criação do log file no caminho default especificado anteriormente.

Como para mim foi uma novidade essa tela de configuração eu aproveitei para testá-la e deixei a minha da seguinte maneira:

tempdb#02

Para os data files eu deixei:

  • 2 data files que segundo o instalador os nomes seriam tempdb.mdf e tempdb_mssql_#.ndf, onde normalmente o # é a representação de um número;
  • Ambos com tamanho iniciais e crescimento de 100 MB.
  • No Data directories eu percebi que era possível colocar mais de um caminho, então eu coloquei “C:\MSSQL\Data\tempdb#01 e C:\MSSQL\Data\tempdb#02” para ver se seria criado um data file em cada diretório, no intuito de simular discos diferentes em um ambiente de produção;

Para o log file eu deixei:

  • Tamanho inicial e crescimento de 100 MB;
  • Log directory em “C:\MSSQL\Log”.

Confesso que não houve nenhum uso de boas práticas no tamanho e crescimento dos data files e log do tempdb e muito menos para o caminho dos arquivos. Como dito isso foi um teste em um VM pessoal.

Bom com a instalação do SQL Server 2016 CTP 3.2 concluída eu fui ver o resultado e ficou da seguinte maneira:

tempdb#03

O instalador criou os dois data files nos diretórios que eu especifiquei e com os tamanhos especificados. A única coisa que eu achei que fosse diferente seria o nome do segundo data file, eu achei que seria “tempdb_mssql_1.ndf”, mas o SQL Server criou como “tempdb_mssql_2.ndf”, mas isso não faz a menor diferença.

Bom pessoal é isso aí que eu queria compartilhar com vocês. Para uma nova instalação de SQL Server 2016 até o momento(CTP 3.2) é possível fazer algumas mudanças no tempdb e com isso evitar/diminuir as famosas contenções de tempdb, caso você já saiba que isso ocorra em outros ambientes que você administra.

Um abraço e até a próxima!

Anúncios

Pessoal é com grande prazer que anuncio dia 28/09 a partir das 20:00 o webcast Instalando e Configurando o SQL Server Failover Cluster que eu irei apresentar pelo user group SQL Server RS.

Se você quer aprender um pouco sobre o que de melhor em alta disponibilidade no SQL Server não percam.

Vejam a chamada em http://sqlserverrs.com.br/sqlserverrs/?p=299 e inscreva-se em https://msevents.microsoft.com/CUI/EventDetail.aspx?EventID=1032529833&Culture=pt-BR&community=0

Conto com a presença de todos vocês.

No último dia 26/07/2012 foi lançado o SP2 do SQL Server 2008 R2 que você pode baixar aqui.

Atentem-se as correções nele contida, pois você pode estar passando por algum problema já corrigido.

Aqui contém o KB da Microsoft que demonstra todas as correções.

Olá,

Se você estiver instalando SQL Server em cluster e no final da instalação se deparar com a imagem abaixo:

Vá nos eventos do cluster e verifique se encontra a seguinte entrada de erro:

Cluster network name resource ‘XXX’ failed to create its associated computer object in domain ‘XXX’ for the following reason: Unable to update password for computer account.

The text for the associated error code is: Access is denied.

Esse erro acontece porque o instalador do SQL Server ao registrar o nome do Cluster SQL no domínio não conseguiu adicionar o Cluster Windows com controle total sobre o cluster SQL. Complicado não ? Parece complicado mas a solução é simples como podemos ver a seguir:

  1. Vá no AD e localize o Cluster SQL;
  2. Botão direito no nome e propriedades;
  3. Vá na aba Security;
  4. Adicione o nome do cluster windows e coloque Full Control;
  5. Aplique e dê OK.

Pronto feito isso desinstale a instância e instale novamente.

Espero que resolva.